terça-feira, 3 de março de 2015

Trabalho de Grupo

Durante o mês de fevereiro estudamos em Estudo do Meio os seres vivos: plantas e animais.
Para conclusão do nosso estudo, fizemos um trabalho de grupo sobre os animais.



Distribuímo-nos em grupos e, em conjunto, discutimos as tarefas e o assunto. 


Uns desenharam as letras, outros recortaram e colaram as imagens, outros escreveram o texto.


No final, cada grupo fez a sua apresentação à turma. 




Os diversos grupos apresentaram os seus trabalhos e responderam a questões dos colegas .



Gostamos muito de ouvir e ver as apresentações dos nossos colegas.
Gostamos bastante de trabalhar em grupo, mas a professora queixa-se do nosso barulho! 


Biblioteca de turma
Na sequência do movimento  da biblioteca de turma elaboramos o top 5 dos livros mais lidos em fevereiro.
 
Foi um dos livros mais votados e mais lidos durante este mês. 
Livro recomendado pelo PNL. Tremeliques, um jovem coelhinho, acabada de descobrir que os seus pais, a vaca mil folhas e o cavalo caniço, não são os seus pais biológicos. A sua reação não é a melhor, mas, no fim, todos percebem que para pertencer a uma família não é preciso ter nascido da barriga da mãe. 
 
É uma obra repleta de rimas, com palavras com as quais a criança está familiarizada. O título é bastante querido e muito apelativo e, além disso, esta obra pauta-se pela excelente ilustração muito bem conseguida. Uma obra que deve ser lida não só na hora de fazer ó - ó , mas a qualquer altura, pois decerto que vão adorar.
 
 
Esta obra já foi estudada na sala de aula, os poemas da mentira e da verdade são dois olhares simultâneos sobre a realidade. O da imaginação, da fantasia, do nonsense e o da seriedade, da objetividade, do espírito crítico. Dedicados a crianças avessas à leitura e particularmente à poesia, este livro cativá-las-á pela irreverência, pelo jogo de palavras, pela cumplicidade com o mundo das crianças. 

Para pais, educadores e professores abordarem de forma lúdica e divertida um assunto delicado: como se fazem os bebés. A mamã pôs um ovo! é um clássico da literatura infantil contemporânea. Muito requisitada pelas crianças. Por que será? 


É um conto  de fadas, de tradição oral e que foi coletado pelos irmãos Grimm. 
Uma história que encanta as crianças. 


Foram estes os 5 livros mais lidos durante o mês passado. 
Encontram-se à venda nas livrarias, fnac e superfícies comerciais. Ofereça livros, contribua para fazer do seu filho um bom leitor. Quem lê sabe mais. 


Carnaval

Festejamos o Carnaval fazendo trabalhos de expressão plástica e participando no desfile pelas ruas da freguesia.

 Pintamos com aguarelas, parece fácil mas não é. Apesar das imperfeições, gostamos de experimentar novos materiais.


As nossas fantasias foram lindíssimas! 



Desfilamos pelas ruas de Canelas, foi muito giro!



sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Meditação na Escola

Dalai Lama diz que se acabaria com a violência numa década, se as crianças de 8 anos começassem agora a meditar.

Um dos problemas sentidos nas sala de aula é a falta de concentração e de atenção das crianças. Comn o objetivo de combater este problema, a professora resolveu iniciar com as crianças, uma experiência, envolvendo a meditação.




De manhã, foi proposto às crianças que fechassem os olhos, se colocassem numa posição confortável e sentissem a sua respiração. Guiados pela professora e com música de fundo, foram conduzidos para dentro de si mesmos.

Foram apenas 5 minutos de relaxamento e exercícios de respiração para acalmar e começar bem o dia. Terminamos a tarefa dando um abraço aos colegas.


Sexta feira, final de semana, o cansaço já se faz sentir em crianças e adultos. Voltamos a experimentar a meditação mas, desta vez, em moldes diferentes.


Sentados no chão, em roda, colocamo-nos confortáveis e, iniciamos com música de fundo e orientação através de um vídeo a sessão de meditação guiada.



Fomos ouvindo a música, a voz que nos guiava e deixamo-nos ir.



Fomos convidados a deitarmo-nos para nosso conforto. E que bom que foi!

                                                   
                                                         Quase que adormecemos!

Embalados pelo som do mar, pela visão de um sol esplendoroso e passarinhos a cantar, entramos noutro mundo e fomos imaginando...e relaxando.

 Espreguiçamo-nos, esticamos o corpo e agradecemos ao sol, ao mar, a toda a Natureza, aquilo que nos dá!
Terminamos a sessão abraçando os nossos amigos.



 No final, conversamos sobre esta sessão:

Meditar para quê?
 'Para melhorar o comportamento' Inês Miguel. 
' Para termos mais paz' Lucas.
' Para acalmar o nosso corpo.' Marisol 
' Para tirar o medo do pensamento. ' Beatriz Sampaio
'Para esquecer tudo.'  Inês Miguel
'Para relaxar.' Inês Susana 
'Para nos livrarmos das coisas más que temos na cabeça.' Rafaela. 
'Para a paz e o amor entrarem dentro de nós' Lucas

O que sentiste? 
'Senti o ritmo cardíaco a abrandar' Luís
'Senti paz' Letícia
'Senti calma' Marisol
'Senti me relaxado' Simão
'Senti sossego' Beatriz Sampaio
'Senti paz e amor' Beatriz Pinto

À pergunta: Achas que devemos continuar?
A resposta foi unânime: SIM! 

Estudos demonstram que a prática contínua da meditação em crianças, melhora a memória, a concentração e a atenção.
Crianças, pais, meditem!!!





Ciências Experimentais

Será que a água influencia a germinação das sementes?

No mês de janeiro, em Estudo do Meio, falamos das plantas, sua classificação, fatores do ambiente que condicionam a vida das plantas e, utilidade das mesmas. Realizamos uma experiência para verificar a importância da água na germinação das sementes. 

 

Material necessário : 
- sementes de feijão
- dois frascos de vidro iguais
- algodão
- etiquetas
- água



  Colocamos algodão no fundo de cada frasco. Colocamos, cuidadosamente, uma semente de feijão por cima do algodão de cada frasco. Com as etiquetas, identificamos os frascos: 
 - Germinador A - com água
 - Germinador B - sem água 

Deitamos água no germinador A. No germinador B, não deitamos nada. 

Colocamos os frascos à beira da janela, lado a lado. Ao longo de 2 semanas, adicionamos água ao germinador A. Todos os dias observávamos os frascos e registamos numa tabela o que foi acontecendo às sementes. 





Registamos numa folha de monitorização a nossa previsão do que iria acontecer e, foi dito por nós que só a semente do frasco A iria germinar. A do B iria ficar igual.



E tal como nós prevíamos, só a semente do frasco A, a que levou água, germinou.
A do frasco B, não levou água, não germinou.







Pudemos concluir que a água influencia a germinação das sementes.

Adoramos fazer esta experiência.